Jovens empreendedores à procura da felicidade

  

IPS Junior Challenge 2016

O Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) recebeu esta semana, no dia 21 de abril, mais de 130 alunos de escolas secundárias e profissionais de Almada, Lisboa, Ourém e Setúbal para a final da 5ª edição do IPS Junior Challenge, concurso de ideias de negócio promovido pelo IPS.

Os alunos foram desafiados a desenvolver projetos empreendedores sob o tema “Felicidade e Bem-estar”, tendo chegado à semifinal 27 ideias de negócio, das quais apenas 6 foram selecionadas para a grande final.

Após uma renhida competição, o grande vencedor do IPS Junior Challenge 2016 foi o projeto “Fábrica dos Sorrisos”. Desenvolvido por uma equipa de alunas da Escola Profissional de Ourém, este projeto, totalmente focado na produção de sorrisos, visa criar uma “rede de felicidade” através de um espaço onde as pessoas possam ser felizes com a realização de atividades que aumentem a sua autoestima. Agora as alunas vão viajar por Portugal com os passes Intra_Rail Xplore 7 dias, uma oferta da CP – Comboios de Portugal e das Pousadas da Juventude.

O 2º lugar foi atribuído ao projeto “UnderStand” que procura introduzir a vertente do acolhimento personalizado e temático nos pacotes turísticos e melhorar as atividades de animação para turistas, tendo sido criado por uma das equipas da Escola Profissional Profitecla Lisboa. Depois da excelente prestação na competição, a equipa vai recarregar baterias numa estadia de 2 noites no Zmar Eco Campo. Outra equipa da Escola Profissional Profitecla Lisboa arrecadou o 3º lugar com o projeto “The Other Side”, que tem como objetivo dar a conhecer a vertente solidária das empresas, com a realização de atividades de âmbito social em nome das entidades. Pela criatividade e vontade de arriscar, a Forum Estudante ofereceu-lhes a participação direta na IPStartUp Week, uma semana de verão inteiramente dedicada ao empreendedorismo.

Na iniciativa marcaram também presença representantes do IPS e das entidades parceiras do concurso, nomeadamente da CP - Comboios de Portugal, Pousadas da Juventude e do grupo Forum Estudante.

Desde há 5 anos que o IPS realiza esta competição, que entre dezembro e abril possibilita “o desenvolvimento de competências essenciais ao processo empreendedor, mas que também são úteis para os alunos poderem utilizar no seu percurso académico e profissional, como a capacidade de comunicação, o sentido crítico, a argumentação e criatividade”, referiu o Prof. Doutor Pedro Dominguinhos, Presidente do IPS.

Este tipo de iniciativas assume “um carater pedagógico muito relevante porque estimulam os jovens para esta necessidade empreendedora, pois tivemos um conjunto de 6 projetos finalistas todos eles com uma grande quota de criatividade, originalidade e de empreendedorismo associados” frisou o Dr. Carlos Nunes, representante da Movijovem (Pousadas da Juventude) e da CP- Comboios de Portugal.

Na opinião do Dr. Gonçalo Gil, Diretor da revista Forum Estudante, esta competição é uma iniciativa excelente para identificar “a criatividade e imaginação desta nova geração na criação de negócios muito diferentes, mas todos eles com uma originalidade e visão bem estruturada”.

O dia foi de enorme surpresa para a equipa vencedora do concurso com o projeto “Fábrica de Sorrisos”. Para a porta-voz do grupo, Márcia Pereira, “ficar em 1º lugar foi uma sensação espetacular e muito boa”, referindo que “com este projeto descobrimos o que é a felicidade porque pretendemos produzir sorrisos”.

Para equipa que conquistou o 2º lugar com o projeto “UnderStand”, este prémio “é um orgulho porque conseguimos chegar à final e competimos com muitos e bons projetos”. A representante da equipa, a aluna Bruna Silva, adiantou que com a participação na iniciativa descobriram que a felicidade, no geral, passa também por fazer os outros felizes.

Participar no IPS Junior Challenge “foi uma experiência única, pois nunca tínhamos competido de uma forma tão séria”, referiu Patrícia Vitorino, representante da equipa que ficou em 3º lugar com o projeto “The Other Side”. Para a equipa “foi uma sensação ótima ouvir o nome do nosso projeto como finalista” e com este concurso “aprendemos como podemos fazer os outros felizes e que basta uma simples atitude nossa para tornarmos o mundo mais feliz”.

Para o ano, o IPS Junior Challenge regressa com mais novidades, desafiando as jovens mentes do país a sonhar, inovar e arriscar.