500 euros para gastar em cultura

  

3-Piece-Wall-Art-Painting-Money-font-b-Piled-b-font-In-A-Mess-With-Various

Executivo italiano aprova legislação que garante uma verba de 500 euros para gastar em atividades ou produtos culturais. "Bónus da cultura" abrange todos os jovens nascidos em 1998 que tenham residência permanente no país, independentemente da sua nacionalidade. 

No total, são 500 euros para cerca de 575 000 jovens italianos, num investimento total de 290 milhões de euros. A medida já havia sido anunciada pelo primeiro-ministro Matteo Renzi em novembro passado, contudo, apenas agora a medida foi aprovada pelo governo. 

Assim, a partir de 15 de setembro, todos os jovens nascidos em 1998 que tenham residência permanente em Itália poderão despender esta verba em atividades ou produtos culturais. Para tal, necessitarão de instalar uma aplicação - o 18app - no seu telemóvel e fazer o registo. 

Segundo avança o jornal italiano Corriere della Sera, esta quantia estará disponível até dezembro de 2017 e poderá ser despendida em "museus, galerias de arte, eventos culturais, cinema ou teatro".

Em declarações ao mesmo diário, o subsecretário de Estado, Tommaso Nannicini realçou que o programa 18app envia "uma mensagem precisa": "recorda como é crucial o consumo cultural para o enriquecimento cultural e para o fortalecimento do tecido civil de todo o País".

O membro do executivo italiano recordou ainda que esta é uma medida que coloca a decisão nas mãos dos jovens. "Pela primeira vez os fundos para promover a cultura não são decididos pela burocracia", destacou.